Tecnologia para tecido de colchão pode ajudar hotéis e pousadas a atrair turistas na pós pandemia

Lançada este mês, pela Conexão Malhas, o tecido é capaz de proteger contra o Covid-19, espantar insetos e eliminar odores

Testado pela Unicamp, tecido com VBacBlock teve 99,99% de eficácia contra o Covid-19. Foto: Comunicação Conexão Malhas

Aos poucos, o setor de turismo e hotelaria vem apresentando sinais de retomada depois de ter sido fortemente impactado pela pandemia do novo coronavírus. Nesse cenário de readequação das operações do setor, a expectativa é que, gradativamente, ocorra uma recuperação impulsionada por cuidados preventivos, novas exigências sanitárias e muita inovação para atrair os turistas.

A perspectiva torna-se mais positiva quando a inovação vem atrelada ao bem-estar e evita indesejáveis transmissores de doenças, como insetos e até o coronavírus, tudo isso no tecido do colchão. Várias tecnologias foram trazidas da Europa para o Brasil pela empresa Conexão Malhas, de Jundiaí, cidade do interior de São Paulo. Nanocápsulas carregadas de princípios ativos são aplicados no tecido do colchão, fixadas em alta temperatura e ativadas por fricção. Elas se rompem com a movimentação da pessoa enquanto dorme e liberam o princípio ativo.

VBacBlock

A tecnologia VBacBlock, com íons de prata, protege contra o coronavírus. Os testes foram feitos no laboratório de Biologia da Unicamp e mostraram que em apenas um minuto o tecido é capaz de inativar 99,99% dos vírus.

Os mesmos testes foram feitos com o mesmo tecido, mas sem a tecnologia e os vírus permaneceram ativos. “Os resultados foram muito bons e isso representa a possibilidade de uma prevenção a mais em lugares com grande circulação de pessoas, como hotéis, por exemplo. Como muitas pessoas não sabem que têm o vírus, esse tecido pode controlar o contágio”, disse a pesquisadora Clarisse Weis Arns, responsável pelos estudos na Unicamp.

Citrocare

O CitroCare é um repelente natural de insetos rico em PMD (conhecido como mentoglicol), encontrado também na citronela, planta de uso milenar cuja formulação é muito estudada no setor farmacológico pela ação refrescante, anti-séptica, antitérmica e antiespasmódica, e por ajudar no tratamento de doenças reumáticas e no alívio de dores. Exalando um suave aroma de menta, também é responsável por criar uma sensação de frescor que estimula a mente e o corpo a um relaxamento profundo.

Agora, em uma nova fase de pesquisas, o CitroCare está com testes em andamento na Inglaterra também contra o vírus SARS-CoV (Covid-19) e tem mostrado resultados promissores. Acredita-se que o PMD tenha a possibilidade de inativar ou mesmo destruir o coronavírus, já que ele é geneticamente semelhante ao SARS.

Essa e outras tecnologias daConexão Malhaspara tecidos de colchões foram testadas e aprovadas em várias instituições como a London School of Hygiene & Tropical Medicine (Reino Unido), Biotech Testing Services (Índia), Givaudan (Suíça) e também aqui no Brasil, com a Unicamp.

“Considerando que o Brasil é um país tropical, quente e repleto de mosquitos que podem te acordar durante a noite e atrapalhar a qualidade do seu sono, soluções como essa são cada vez mais procuradas. Hotéis e pousadas em geral, mas principalmente aqueles que estão localizados em meio à natureza, podem agora contar com mais esse benefício para atrair seus hóspedes”, avalia Luiz Lago, gerente geral da Conexão Malhas.

Além dessas tecnologias, a Conexão Malhas também lançou outras que devem atrair a atenção do ramo hotelaria, como é o caso da Coreonque graças à sua ação magnética, retirar a energia estática da cama, aumenta a vida útil do tecido do colchão, além de contribuir para a higiene e saúde respiratória, reduzindo a aderência magnética de poeira, pêlos (perfeito para hotéis que aceitam pets) e células mortas.

E há ainda a tecnologia Fresh Sleep,cujos polímeros de silano neutralizam os componentes de odor corporal e do ambiente. Por manter o colchão sem odores por mais tempo, a tecnologia é indicada para locais com alta rotatividade de pessoas, como hotéis e pousadas.

“Estamos num mundo pós-pandêmico e acreditamos que não será possível viver da mesma forma como era antes. O mundo mudou, o jeito de viver mudou, então os cuidados com nosso bem estar não podem ser os mesmos. Por isso investimos em alta tecnologia para agregar esse benefício aos nossos tecidos e, desta forma, proporcionar uma nova experiência de dormir às pessoas. E se tratando de inovação para o setor de turismo, com certeza um hóspede vai preferir se deitar num colchão que lhe proporcione tudo isso”, comenta Luiz Lago, da Conexão Malhas.

Para conhecer todas as tecnologias de tecidos para colchões, acesse www.conexaomalhas.com.br

Sobre a Conexão Malhas

AConexão Malhas é uma empresa brasileira que há 27 anos produz malhas de altíssima qualidade para colchões, roupas, calçados e automóveis. Com um dos mais modernos parques fabris da América Latina, com tecnologia 100% européia, e o uso de matérias-primas selecionadas e que respeitam o meio ambiente, a empresa produz malhas que atendem às exigências mundiais de qualidade.

co.des
Fabiane Bernardi |Viviane Gardini
Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui