Frio, muito verde e boa gastronomia em Monte Verde

Destino no sul de Minas Gerais, tem pousadas charmosas, restaurantes descolados, passeios pela natureza e frio intenso até o final de setembro.

Monte Verde/MG Foto: Demétrio César Xavier

Distrito de Camanducaia, Monte Verde é conhecida como a capital nacional da lua de mel. O apelido se deve a paisagem montanhosa, clima frio e arquitetura peculiar, com construções que lembram alguns vilarejos europeus de inverno, principalmente nos Alpes Suíços. O distrito oferece pousadas intimistas que privilegiam decoração especial com clima romântico.

Bem menos badalada que Campos do Jordão, por exemplo, e mais rústica inclusive – Monte Verde se tornou destino certo para casais apaixonados e famílias que procuram descanso. Os hotéis locais tentam unir o máximo de conforto a uma estrutura de lazer completa. No fim da tarde a melhor opção é dar um passeio pela avenida principal, repleta de lojinhas, boutiques, bares e restaurantes, que oferecem desde comidinhas até o melhor das cozinhas mineira e alemã.

Boas pizzas, trutas e fondues de dar água na boca, gastronomia europeia com toque especial de sabor brasileiro, e excelentes barzinhos que oferecem de cerveja a hambúrgueres artesanais e gourmets.

Os mais corajosos podem aproveitar a pista de patinação no gelo ou praticar esportes de aventura, de arvorismo ou bebericar no Bar de Gelo que promete ser uma das apostas desse inverno. Outro atrativo para explorar as imensas montanhas esverdeadas é realizar os passeios de quadriciclo. Entre junho e setembro, Monte Verde tem no pinhão o seu principal produto, as verdes e centenárias araucárias são responsáveis pelo delicioso fruto, que pode ser saboreado in natura, ou em pães, doces de leite e geleias que são fabricadas artesanalmente por lá.

Onde ficar

Existem duas opções de hospedagem na chamada Suíça Brasileira; A Estalagem Wiesbaden é uma das mais bem conceituadas opções de hospedagem da cidade. São 09 chalés, todos com impecável decoração, e café da manhã completo servido no horário de melhor conveniência, entre as 9 da manhã e as 16 horas. Em julho serão inaugurados dois novos chalés, indo para 11 no total.

Mais Informações: www.estalagemwiesbaden.com.br

Instalada num bosque de araucárias de 15 mil m², a Wiesbaden surpreende os visitantes com um serviço impecável, amenites especiais, e um clima para lá de romântico.

Outra opção de hospedagem, que inclusive aceita crianças, é Pousada Jardim da Serra, que está literalmente cercada por um enorme bosque de Araucárias. Seus 12 chalés oferecem conforto, privacidade e harmonia, e o café da manhã com mais de 35 diferentes itens é quase colonial e pode ser degustado das 8:30hs ao meio dia.

Mais Informações: www.pousadajardimdamantiqueira.com

Onde comer 

Paulo das Trutas e Villa Amarela – Quem gosta de trutas, tem no Paulo mais de 10 opções para degustar o peixe das águas geladas e claras.

No Villa Amarela bem no centro do distrito existe a opção de pratos a La carte com o sabor caseiro. Agora o diferencial é experimentar o delicioso e incomparável Fondue na Casa do Fondue, uma dica especial é comer o que traz a mesa mais de seis opções de torradas, fondue de queijo com molhos especiais, além de carne, frango e carne de porco. Depois uma seleção de frutas frescas acompanhadas de creme de chocolate belga e doce de leite fresquinho.

Como chegar

Quem sai de Belo Horizonte ou São Paulo pode pegar a Rodovia Fernão Dias até Camanducaia. De lá seguir subir a serra até chegar em Monte Verde, dessa cidade são aproximadamente 40 minutos até o destino final. De São Paulo são 170 quilômetros e de Belo Horizonte 350 km. Do Rio de Janeiro são 7 horas e meia, 400 Km, via Campinas, Atibaia.

Por Cláudio Lacerda Oliva
Assimptur Assessoria de Imprensa

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui