Festividades de fim de ano devem movimentar mais de 4,3 milhões de viajantes no país

Terminais rodoviários também terão boa movimentação no período

Aeroportos do país estão preparados para receber os viajantes no período. Foto: Arquivo MTur

As festas de Natal e Ano Novo movimentarão milhões de pessoas pelos aeroportos do país. Segundo estimativa realizada pelo Ministério do Turismo, mais de 4,3 milhões devem viajar pelo Brasil no período que compreende a última sexta-feira (18.12) até o próximo dia 4 de janeiro de 2021. Entre os terminais aeroportuários que terão mais movimento estão o de Brasília (DF) e o de Viracopos (SP), com 565 mil e 528 mil passageiros, respectivamente.

Entre as regiões mais buscadas pelos viajantes para o fim de ano, segundo um levantamento do site MaxMilhas, está o Nordeste. Seis capitais da região: Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), João Pessoa (PB), Natal (RN) e Maceió (AL) apareceram entre as dez primeiras da lista. Liderando o ranking estão São Paulo (SP) e o Rio de Janeiro (RJ), que apresentam maior movimentação.

As festividades do final do ano, junto com o mês de dezembro, vêm para marcar um cenário de recuperação do setor aéreo que sofreu perdas significativas nos últimos meses. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), há uma projeção de retomada de 80% da capacidade doméstica na comparação com dezembro de 2019.

O Ministério do Turismo recomenda uma série de medidas para uma viagem segura. Por meio do selo “Turismo Responsável”, iniciativa que estabelece boas práticas de biossegurança para 15 atividades do setor. A iniciativa estabelece protocolos específicos para a prevenção da Covid-19 e busca auxiliar na retomada segura das atividades do setor tanto para turistas quanto para trabalhadores. O selo está disponível para meios de hospedagem, parques temáticos, restaurantes, cafeterias, bares, centros de convenções, feiras, exposições, guias de turismo, dentre outros e pode ser obtido de maneira rápida e segura pelo site.

Em maio, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) também implementaram medidas voltadas às empresas aéreas e aeroportos. Além do permanente uso de máscaras por passageiros e funcionários, do distanciamento de dois metros entre pessoas e da higienização de terminais e aeronaves, são indicadas a utilização de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) por trabalhadores, conforme a situação; o incentivo a campanhas de comunicação e a divulgação de avisos sonoros, entre outras ações.

TERMINAIS RODOVIÁRIOS

As rodoviárias do país também terão a movimentação de milhares de pessoas. No Rio de Janeiro (RJ), mais de 335 mil passageiros embarcarão ou desembarcarão na capital carioca. Já em São Paulo (SP), os terminais de Tietê, Barra Funda e Jabaquara receberão 480 mil. Em Belo Horizonte (MG), serão 320 mil pessoas. Na região Centro-Oeste, a rodoviária da capital do Brasil terá a movimentação de57,6 mil e Campo Grande (MS) 40,5 mil. No Nordeste, Fortaleza e Natal receberão 28 mil e 40 mil, respetivamente. Em Porto Alegre, são esperadas 20 mil pessoas para o período.

Por Victor Maciel
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui