Da horta para a mesa: Vale do Sonho Hotel estimula alimentação orgânica

Os chalés garantem conforto e privacidade. Foto: Adilson Zavarize

Não é de hoje que a busca por uma alimentação equilibrada ganha espaço entre consumidores de todo o mundo. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, a produção orgânica nacional cresce mais de 27% ao ano e, durante os últimos doze meses de pandemia do Covid 19, esse número aumentou, apesar do ritmo mais lento. A quarentena, ainda, estimulou a busca e demanda por alimentos sem agrotóxicos e que venham de pequenos produtores.

Com a tendência, conceitos como “slowfood” e “farm to table” ganharam força e possuem uma relação mais direta em como o alimento é visto pelo consumidor – estes buscam cada vez mais por produtos naturais e com melhor custo-benefício. Pensando nisso, o Vale do Sonho Hotel & Eventos, mantém uma horta orgânica em suas dependências.  O espaço de 300 metros é bastante simples, mas possui uma excelente produção orgânica que ajuda na complementação dos cardápios ofertados pela cozinha do empreendimento.

Foto cedida pela Assimptur Assessoria de Imprensa

De lá, saem variados tipos de alface e outros alimentos como, couve, rúcula, abobrinha, cenoura, quiabo, azedinha, beterraba, chuchu, berinjela, cheiro verde, cebolinha, catalônia, almeirão, espinafre e ora-pro-nóbis.

A horta do hotel também está produzindo cana de açúcar, pitaia, goiaba e mamão papaia. Existe um canteiro especial de folhas que diariamente são utilizadas em chás naturais, tais como: cidreira, hortelã, melissa e alfavaca, que estão sempre à disposição do hóspede. Para completar existem mais de meia dúzia de pimentas variadas.

Foto cedida pela Assimptur Assessoria de Imprensa

Logicamente, a produção é sazonal e alguns dos leguminosos e verduras ainda não têm fecundidade em larga escala, como batatas, cebolas, pimentões e tomates. Entretanto, o projeto de Elza Arantes de Magalhães é ampliar gradualmente o seu rendimento.

Além de consumir alimentos mais saudáveis e que possuem um processo de cultivo natural, os hóspedes podem conhecer o espaço, tirar dúvidas e, até mesmo, degustar os produtos frescos.  “Há uma atividade de culinária feita com os monitores, especialmente nos feriados, onde as crianças são estimuladas a plantar, colher e até dar alimentos para os coelhinhos que ficam no viveiro. Elas podem conferir a colheita diária e, no momento da refeição, ver os produtos no cardápio.

O Vale do Sonho Hotel & Eventos está localizado a 90 km de São Paulo, na cidade de Guararema. Com mais de 13 mil metros quadrados de área, o empreendimento conta com chalés e apartamentos, piscinas, sauna, playground, quadra poliesportiva e rio para pescaria. Nos feriados e datas especiais, há monitores para crianças e atividades para adultos.

Mais informações: www.valedosonho.tur.br

Carolina Berlato
Assimptur Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui