7 pequenos destinos do Alentejo que são cheios de charme

Região portuguesa é repleta de vilas com poucos habitantes e muita tranquilidade

Camara Municipal de Arraiolos. Foto: Turismo do Alentejo

O Alentejo tem se mostrado o destino perfeito para uma viagem após a pandemia de Covid-19. Embora seja a maior região de Portugal, possui uma população de cerca de 500 mil habitantes, o mesmo número de pessoas que vivem na cidade de Lisboa. Isso significa que a densidade populacional do Alentejo é muito baixa, sinal de que os viajantes estarão tão livres de aglomerações quanto de trânsito e preocupações.

Para completar, a região alentejana conta com diversas opções de hospedagem isoladas em meio a belíssimos campos, onde os turistas podem curtir a natureza e muita tranquilidade.

Além de aproveitar o que a natureza oferece, uma boa pedida é visitar as pequenas vilas e vilarejos do Alentejo, onde é possível passear a pé e ver de perto construções históricas incríveis, além de apreciar cenários de tirar o fôlego. Listamos alguns desses locais abaixo!

Marvão

Marvão. Foto: Turismo do Alentejo

Situado no ponto mais alto da Serra de São Mamede, Marvão conta com cerca de 500 habitantes e tem um castelo medieval magnífico. Como fica em uma altitude elevada, a vista dos arredores é simplesmente deslumbrante. Mas o cenário do próprio vilarejo também é encantador, com ruazinhas de pedra e construções que fazem parecer que o tempo parou por ali há centenas de anos.

Évora Monte
Pouco maior que Marvão, Évora Monte fica a apenas 30 km de Évora, o principal destino alentejano. A vila reúne paisagens impressionantes e construções militares que remetem aos tempos da Idade Média. A principal atração é o Paço Ducal de Évora Monte, um castelo com quatro torreões dispostos em formato quadrangular e um interior belíssimo, com tetos abobadados.

Monsaraz
Este vilarejo tem mais moradores que os dois anteriores, mas não vence por muito – o número é de, aproximadamente, 800 habitantes. Monsaraz fica sobre uma colina, protegido por muralhas e encimado por um castelo. Seu cenário de ruas de pedra ladeadas por casinhas brancas com janelas floridas é simplesmente encantador. Do topo do castelo, é possível curtir a vista espetacular do grandioso lago Alqueva, o maior lago artificial da Europa.

Mértola
Situada mais ao sul do Alentejo, em meio ao Vale do Guadiana, Mértola reúne cerca de 2 mil habitantes em uma vila cheia de personalidade e história para contar. Ela se difere de outros destinos alentejanos pois, no passado, foi uma cidade romana e, tempos depois, tornou-se a capital de um reino árabe. Essa mistura cultural está presente em diversos vestígios históricos, como a Igreja de Nossa Senhora da Anunciação, que foi uma mesquita e hoje funciona como uma igreja cristã. De fato, a herança islâmica marca esta vila como nenhuma outra em Portugal, podendo ser observada na arquitetura local até hoje.

Castelo de Vide
Bem próximo a Marvão está Castelo de Vide, com uma população que gira em torno de 2,3 mil pessoas. É um dos mais belos vilarejos portugueses, com ruas estreitas de pedra e casas brancas. Também oferece uma bela vista dos arredores, e em dias claros, é possível ver até mesmo o começo do território espanhol! Neste destino, o que chama a atenção é a herança judaica, muito presente em locais como o bairro da Judiaria e a Sinagoga medieval.

Arraiolos

Castelo de Arraiolos. Foto: Victor Carvalho

O patrimônio de Arraiolos, que conta com apenas 3,3 mil habitantes, vai além das construções históricas, embora o Castelo de Arraiolos seja fascinante, e um dos poucos do mundo com uma arquitetura circular. Esta vila alentejana é responsável pela produção dos famosos tapetes de Arraiolos, verdadeiras obras-primas bordadas à mão com um ponto criado há séculos.

Vila Nova de Milfontes
Este é o destino com a maior população nesta lista, mas ainda assim mal ultrapassa os 5 mil habitantes. Vila Nova de Milfontes não poderia ficar de fora pois é o único que mencionamos que fica no litoral, próximo às mais belas praias da Costa Vicentina. O simpático povoado tem um adorável centro histórico que, além dos tradicionais castelo e igreja, conta também com um farol.

Sobre o Alentejo

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de cinco títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. A promoção turística internacional do Alentejo é co-financiada pelo Alentejo 2020, Portugal 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.

Jessica Ferreira
AFT Comunicação Integrada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui